domingo, 23 de maio de 2010

9- Necessidade idiota!

 
"Estou cuidando da minha vida, porque a partir do momento em que as suas criancices estragam a minha noite é da minha vida que estou cuidando quando te digo pra ir se desculpar com a nossa prima.”, Talita.
“Ah, fica aí falando com as paredes que vou dormir!”.
Uma porta foi fechada com força, fazendo um estrondo.


“Ricardo Campos, você vai lamentar muito por isso. Não quis por bem, mas vai por mal ou não me chamo Talita.”.
Aquela ameaça me assustou. Ela com certeza cumpriria a sua promessa e até mesmo o Ricardo devia ter a mesma certeza naquele momento. Mas nem mesmo isso fez com que ele me procurasse e eu o odiei por ser tão orgulhoso.


“Ly, já está na hora.”, Jack tentava me acordar pela manhã.
“Não vou hoje. E eu não estou falando dormindo. Estou muito consciente da minha decisão.”, expliquei antes que ele insistisse.
“Não vai por quê?”.
“Porque é melhor dormir numa cama quentinha do que jogada no chão frio do ginásio.”, respondi com pouca vontade e ainda sem abrir os olhos.


“Quer que eu fique com você?”.
“Não, Cabeludinho. Como vou copiar a matéria depois?”.
“Daqui a pouco estou saindo.”, ele deu um beijo no meu emaranhado cabelo e fez um carinho, “Se cuida.”.


“Ah, pode deixar que depois de mais algumas horas de sono e de ver meus queridos desenhos animados estarei renovada.”, sorri com a ideia, “Agora, vai logo que está atrapalhando a primeira parte do meu plano onde eu durmo sem interrupção.”, brinquei, enquanto rebolei na cama exageradamente enfatizando a minha vontade de dormir.
Mesmo de olhos fechados pude visualizar o meu amigo sorrindo antes de ouvir a porta batendo de leve.


Só consegui dormir por mais uma hora e com muito custo. A dor de cabeça já começava a ameaçar e, antes que ela pudesse estragar o meu dia, levantei da cama.
Eu estava bem à vontade, deitada de qualquer jeito no sofá da sala, dando gargalhadas exageradas e falando com a televisão. Surpreendi-me quando vi aquele menino branquelo, com a cara amarrotada descendo as escadas. O que ele estava fazendo em casa também? Não ousei dar voz a minha curiosidade.
Sequer tinha lavado o rosto ainda. Eu sorria sempre que notava isso. Era incrível como ele continuava com a mesma mania de criança...


Precisei voltar o vídeo. Estava vendo todos os episódios que havia perdido de um anime que amava. Dando os meus típicos chiliques. Ele montou no braço do sofá em que eu estava e fez isso com tanta naturalidade que fez meu coração saltar de alegria.
“Muito fera essa luta, né! Ele é muito foda!”, ele comentou sem tirar os olhos da televisão.
“Foda não... Fodástico ao cubo!”, disse resignada.
Ricardo fez um som quando abriu um sorriso; eu adorava o seu sorriso bobo.
Ajeitei-me no sofá, “Senta aí.”.
“Ainda tenho que lavar o rosto...”.
“Ah, vai depois.”, e o puxei para o assento.


Ele sorriu novamente, sempre com o mesmo som que eu jamais confundiria. Ricardo estava concentrado vendo o anime, mas eu preferi ficar vendo as expressões que ele fazia. Meus pés em cima do seu colo.
“Vai ver o desenho não?”, ele me encarou, estreitando os olhos.
Eu ri, sem um pingo de vergonha, “Para de ser chato.”, ajeitei-me, colocando a minha cabeça em seu ombro. Peguei uma de suas mãos e joguei em cima do meu ombro.


“Nem é abusada, eheim!”, Ricardo fingiu se importar.
“Seja um bom primo, vai...”, desisti de soltar alguma gracinha quando ele começou a mexer no meu cabelo cheio de cuidado.
“Tampinha...”, ele disse rindo.
“Retardado...”, respondi com uma satisfação enorme. Não pelo simples fato de zombar dele, mas porque aquelas palavras voltaram a ser maneira carinhosa como nos chamávamos e não ofensas como estavam sendo nos últimos dias.


Ele largou meus cabelos e descansou a mão no meu ombro. Virei a cabeça para ver o seu rosto, a sua expressão... Era de tanto carinho que eu poderia ter me emocionado.
“Rick... Eu te magoei?”.
Ele soltou a mão na barra da minha blusa e ficou torcendo; tínhamos muitas manias em comum.
“Deixa isso pra lá.”, e deixou escapar seu sorriso tímido.


“Parece uma criancinha com esse rosto remelento.”, disse dando um tapinha de leve na lateral de seu rosto e rindo.
“Eu falei que era melhor ir...”.
Interrompi, virando-me novamente, “Shi... Já voltei umas mil vezes, assim não termino de ver nunca esse episódio.”.
“Ah, tá. Sou o culpado.”, respondeu sem humor.
Soltei uma gargalhada, falhando em ignorá-lo.
Minha manhã não poderia ter sido melhor. E fiquei imaginando se teria o dedo da bruxa da minha prima. Mas não tinha a cara dela. E no final, o que importava?!

9 comentários:

  1. Mew...
    Com quem a lily não ficou nesta vida?
    Só com o Jack? O.o
    Sério?!
    E o Jack é eunuco por acaso?
    çç

    AMANDO!!!!!

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Jack eunuco kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Tadinho...

    Só o amor da minha vida e da vida de todos que ela não fica ¬¬

    O Rick ta magoado??????

    Essa mania dela por Naruto é sua mamys u.u

    ResponderExcluir
  3. Amore, li as três de uma vez, vim comentar nessa!

    Own Rick! *-*
    Own Jack! *-*
    Suh quer me matar...

    Ly é tão moleca... Sim, essa eu posso dizer que é minha gêmea... Eu só não tenho o seu carisma, em atrair tantos caras assim pra minha rede... =(

    Essa temporada tá de arrepiar e agitada como sua narradora...

    Deixa eu perguntar...
    Como o Jack pode ser tão TUUUUUUUUUUUUUDO??? Ç.Ç

    Amando muito!

    ResponderExcluir
  4. Se vai brigar comigo por comentar em uma unica atuh então briga com a Pah primeiro..=P
    Eu e minha queda [acho q nem é queda é tombo msmo por loiros] Own Rick.. se precisar de um ombro amigo olha eu aqui!!!!

    Confesso que a Ly me surpreende com suas doideiras... ela se deixa envolver tão rápido...

    Amando tudo, e se não tiver atuh logo eu jogo aquele tijolo em vc!!!


    PS: Vem pro niver do Rafa? *----*

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  6. Até agora sofri no começo. Fazer o que?
    Mas adorei a nova narradora pq tem um personagem que ningem citou muito até hoje e ela já falou bastante (todos sabem quem é)
    A Sally também gosta de Naruto?
    Ohhh!
    Eu só curto mesmo "Naruto: Crônicas do Furacão" (Naruto Shippuden), claro que minha personagem favorita é a Hinatinha do meu coração.
    Finalmente totalmente atualizado em relação as 4 majestades.

    ResponderExcluir
  7. Mita, ain... kkkkkkkkk.
    Sally tem problemas sérios de visão, mas fazer o que? çç'


    Helô, kkkkkkkkkkkk.
    É! T___T'
    Ele estava...
    Você se surpreenderia, filha... *---*


    Vó!! *--*
    Não quero não!
    Ok, depois eu te dou um tapa por isso. uu'
    Me faço a mesma perguuunta... *--* Obriiigada!!!


    Deh, por acaso eu pareço justa? Muahahahahhaha!
    Ok, do Rick eu não tenho ciúmes, kkkkkkkkkkkkkkk, vai fundo!
    Por enquanto ela é assim mesmo...
    Agradeço pelos tijolos que recebi na testa, querida mamãe. T___T"
    PS: Você vai morar no Rio? *---*


    Maikon!!
    Os narradores anteriores não tinham muito contato com o Jack e ele é não é fã de falar, só com a Ly mesmo pra conhecermos mais dele! *--*
    Sally e os rapazes da banda gostam!
    Obriigada! *----*

    ResponderExcluir
  8. Suhhhhhhhhhhhhhhh li as tres e cara eu adoroooooooooooooo a Saly ela é unica caraaa...
    O menina sortuda ja pegouu todo mundoo menos o mais importante o Jakc, sabe pq ??? Ee é especial e será o ultimo pra sempre entendeuu u.u kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Narutooo precisoo falar ?/ A viciada em pessoa kkkkkkkkkkkkk

    Amooo demaisss

    ResponderExcluir
  9. Mel!
    Jack é especial²³²³²³²³²³³² *---------------------*
    Toca aê! kkkkkkkkkk.

    ResponderExcluir